sábado, 8 de dezembro de 2012

Essência Nutritiva: Analogia dos Alimentos II

Vamos a mais um post sobre o formato dos alimentos? Desta vez vou falar-vos de um fruto seco, de uma leguminosa e de um legume. Se tiverem curiosidade com a primeira parte espreitem aqui. 
1. Uma noz parece um pequeno cérebro, com hemisférios esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores, até as suas rugas e folhos são semelhantes ao neocortex. O facto é que as nozes ajudam a desenvolver mais de três dúzias de neurotransmissores para o funcionamento do cérebro. Sendo este um fruto seco com alto valor calórico, a sua ingestão é muitas vezes desaconselhada pelos nutricionistas, no entanto, devemos comer um punhado de nozes por dia para ingerirmos vitamina E, fósforo e magnésio suficientes para combater o desgaste intelectual. A vitamina E é um potente antioxidante, assim como as vitaminas A e C. Este tipo de vitaminas não permitem a oxidação de radicais livres ou de substâncias com poder para provocar danos celulares. Assim, juntamente com minerais e alguns fitonutrientes, os frutos secos tornam-se um alimento a privilegiar por todos e devem ser consumidos pela manhã.

2. Os feijões curam e ajudam a manter a função renal, sendo portanto, exactamente idênticos aos rins humanos. Possuem alto valor calórico, hidratos de carbono, proteínas e lípidos, daí se considerar que se podia sobreviver apenas a comer feijão, dia e noite. No entanto, para este alimento quase perfeito falta apenas um aminoácido, que se encontra em abundância no arroz, a metionina. O feijão tem tudo, aminoácidos essenciais e não essenciais, mas falta-lhe a tal metionina que está presente no arroz branco. Daí o conjunto de arroz com feijão ser uma potente forma de ingestão de todos os nutrientes necessários à boa nutrição humana, no entanto, também é uma potente forma de ganhar uns quilinhos a mais. Aconselha-se uma colher de sopa de feijão para três colheres de sopa de arroz.  

3. O aipo é idêntico aos ossos (assim como o bok choy e o ruibarbo), atingindo especificamente a força dos ossos. É um legume que possui exatamente a mesma percentagem de sódio que devemos consumir diariamente: os ossos são compostos por 23% de sódio e este legume tem 23% de sódio. Se não tivermos sódio suficiente na nossa dieta, o organismo retira-o dos ossos, deixando-os fracos. Portanto, este alimento permite reabastecer as necessidades do esqueleto. No entanto, os alimentos que possuem mais sódio, em 100g de produto são: o sal de cozinha (38,76g), a canja (24g) e a azeitona verde (1,56g). Por isso, basta comermos naturalmente os alimentos sem adição de mais sal, para podermos ter as quantidades necessárias diárias. Este mineral tem uma função importante no nosso organismo: manter o equilíbrio e a manutenção dos líquidos no corpo. A falta de sal pode provocar náuseas, depressão, tonturas, dores de cabeça e fraqueza muscular, por outro lado, o seu excesso, muito mais comum, pode provocar disfunção renal, hipertensão e ganho de peso. 

[A informação foi retirada dos artigos "Analogia dos Alimentos", escrito por Magda Roma (nutricionista) e "Pura Coincidência?", da revista Estética Viva e presente no site Sapo Mulher.]
 

8 comentários:

  1. Adorei ler o post! =D Gosto de saber estas curiosidades, acredito que quanto mais nos informarmos melhor serão as nossas decisões quanto à alimentação.
    beijinho*

    http://jsbeautybubble.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente que tenhas gostado! :D
      É sempre bom estar informado de tudo um pouco! A alimentação é um tema que me cativa muito e adoro ler a respeito disso, assim sei que faço sempre as melhores escolhas na hora de comer :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. O ler o teu post fiquei com uma vontade louca de comer uma bela canjinha! :D Adoro nozes e realmente sempre as achei parecidas com o nosso cérebro. Quanto ao feijão, simplesmente detesto! Não consigo gostar daquele sabor horrível! xD
    Gostei muito de ler este post. Vais fazer mais algum? *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahah, e sempre comeste a canjinha? xD
      Eu também gosto muito de nozes e faço por ingeri-las diariamente. Que sabor horrivel?! xD O feijão é tão bom! Não gostas de nenhuma das variedades?
      Ainda bem que gostaste! Irei fazer mais dois posts sobre o tema :)
      Beijinhos*

      Eliminar
    2. Olha, já não me lembro, mas acho que sim! hehe.
      Quanto aos feijões, não, não gosto de nenhum dos que já provei (branco, preto, frade, etc). Só gosto do feijão verde, mas esse não é um típico feijão, né?! xD
      Boa, boa, estou desejosa para ver o próximo! :P *

      Eliminar
    3. Ai que esquisita! xD Eu adoro todas as variedades de feijão! Feijão verde também é muito bom, mas não faz parte do grupo das leguminosas secas (feijão, grão, lentilhas), é uma leguminosa fresca :)
      Que bom! :D Em Janeiro já lanço o próximo ;)
      Beijinhos*

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Que bom que tenha gostado :)
      Beijinhos*

      Eliminar

"Aparece uma flor. Simples e bonita. Frágil e forte. Imprevisível, cresce aqui e ali, onde menos é esperado. Suas pétalas preenchem o ar com sua força poética."

Muito Obrigada por visitares o PurEssence! :D
Sente-te à vontade para deixar a tua opinião!
A resposta aos comentários será dada no próprio post :)
Marisa ✿